Cacique Babau, da aldeia Tupinambá na Serra do Padeiro (BA), pede ajuda

Cacique Babau está desde o ano passado encurralado e já sofreu ameaças de morte

Cacique Babau está desde o ano passado encurralado e já sofreu ameaças de morte

*Cimi

Desde o final de 2013, a Aldeia Tupinambá, na Serra do Padeiro, em Ilhéus (BA), está ocupada por Policiais Federais e pelo o exército brasileiro por conta do processo de demarcação da terra.

Cerca de 600 famílias indígenas moram no local e produzem os próprios alimentos, respeitando a diversidade local. O Cepedes denuncia que grupos interessados na riqueza natural do local estão utilizando o aparelho estatal para intimidar e ameaçar os índios.

Abaixo, o Cacique Babau pede ajuda as autoridades brasileiras por se encontrar encurralado na Aldeia e denuncia abusos cometidos por oficiais do exército na região.

Segue a carta na íntegra:

Aldeia Tupinamba Serra do Padeiro

Buerarema,24 de Março de 2014

Documento denuncia para as autoridades Superior e aliados FUNAI , 6a Câmara Ministério da Justiça, CIMI, ANAf, ONU e outros.

Nós índios Tupinambás da Serra do Padeiro, estamos sendo vítima de constantes ameaças por parte da força de segurança, que foi mandado pra dentro da nossa aldeia. Eles estão sempre forjando situações para nos incriminar, dando tiros de armas pesadas todas as noites. O Exercito Brasileiro tem feito desde que entrou em nossa aldeia destruiu vários pertences de varias famílias indígenas , nós já tiramos e enviamos varias fotos das ilegalidades em que os mesmos vem fazendo. Mas nesses últimos dias a situação se intensificou um pouco mais após agredir (bater) no índio de nossa aldeia , o motivo da tal agressão foi para saber onde estava o cacique e seus irmãos com varias perguntas o forçando a falar 0 que o índio não sabia. E os mesmos . “Dizia que queria saber de Teite e do cacique Babau e que queria fuzilá-los quando o encontrar”. Esta mesma denuncia feita por nós, são as mesmas feitas pelos não índios que são coagidos para saber onde esta o Cacique Babau e quando os mesmo não saber responder eles fazem ameaças do Exercito .

No dia 22 de março de 2014, a índia Jeovana menor de idade 14 anos, estava vindo da casa de farinha aproximadamente 1Km 1/2 para a sua residência ela diz que foi abordada por alguns policiais, a mesma estava sozinha, os mesmos a revistou fazendo toques em seu corpo e pediu que levanta-se sua blusa a mesma ficou muito constrangida coma situação. No dia 23 de março de 2014 retornou vários homens policiais, abordou um pequeno grupo de produtores em suas residências , querendo que os mesmos desse suas propriedades para eles montarem outra base Militar . Os Policiais fizeram muitas perguntas e com as mesmas ameaças expressando e afirmando que quer fuzilar o cacique e seus irmãos , os mesmo falam,”os fazendeiros perde a terra mas pelo menos o Iíder dos Tupinambás vamos matar”.

Eu cacique Babau estou 24 horas dentro da aldeia sempre no mesmo local, por dia no mínimo 200 pessoas tem o contato com minha pessoa. Queremos saber por que esses policiais estão ameaçando famílias índias e não índias para me encontrar e me matar, pois todos sabem onde eu moro, todas as vezes que os líderes deles querem falar comigo eu sempre recebi. Mas não dar para aceitar que policiais mandado supostamente para proteger fique junto com a direção da Coelba e supostos fazendeiros forjando provas e incriminado situações para denegrir a imagem das pessoas e da aldeia inteira , como se seus lideres fossem criminosos por lutar pelos seus direitos .

“Se alguma coisa acontecer com minha pessoa e meus irmãos, foi essa Policia que esta aqui na região, que o ministro mandou para a aldeia. Sendo que a ordem de matar partiu do Deputado Geraldo Simões”.

Rosivaldo Ferreira da Silva – Cacique Babau

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Atitude & Comunicação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s