Militante do MST é prisioneiro político no interior de São Paulo

Denunciamos que a prisão do companheiro é mais um ato de criminalização à luta pela Reforma Agrária e por um país justo

*MST 

Na manhã da última quinta-feira (30), o militante Miguel Luz Serpa, assentado na região de Iaras, São Paulo, foi preso na Delegacia de Polícia de Iaras, durante um depoimento.

A acusação é referente à uma suposta tentativa de extorsão que teria ocorrido ainda em 2005, numa situação que acumula fatos distorcidos e a ausência de sustentação no que diz respeito às provas efetivas.

O processo foi transitado e julgado no Tribunal de Justiça de São Paulo e o Juiz da  Comarca de Cerqueira César, determinou a prisão de Miguel, condenado à sete anos em regime fechado (fase inicial).
Denunciamos que a prisão do companheiro é mais um ato de criminalização à luta pela Reforma Agrária e por um país justo.
Com essa nova prisão, o MST soma 16 militantes encarcerados em todo o Brasil e dezenas de companheiros e companheiras perseguidos por uma justiça seletiva, influenciada pela conjuntura política de retrocessos e perda de direitos impostos pelo Golpe político e midiático no país.
Seguimos na luta jurídica e política pela liberdade de todos nossos presos políticos.
Lutar não é crime!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Atitude & Comunicação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s